Governo do RN homologa contratação da banca organizadora de concurso da Educação

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte se prepara para realizar concurso público para a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC). Ao todo, serão 598 vagas para repor o quadro de servidores efetivos do órgão da carreira do magistério, entre professores e especialistas em Educação.

Nesta última terça-feira (11), a Secretaria de Estado da Administração (Sead), responsável pela condução do certame, homologou a contratação da banca organizadora e assistência jurídica para a execução do concurso público. A escolhida foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O ato de homologação foi publicado hoje no Plano Nacional de Contratações Públicas (PNCP) e também será publicado na edição desta quarta-feira (12) do Diário Oficial do RN. A partir da homologação, vão ser iniciados os trâmites processuais pela banca contratada, a fim de em breve ser lançado edital e anunciado cronograma do concurso.

“O concurso da Educação é fundamental para suprir vacâncias da carreira do magistério. Com a banca definida, esperamos acelerar os processos e e conseguir lançar o edital e realizar as provas o mais rápido possível. Assim, teremos novos profissionais lecionando em sala de aula muito em breve”, destacou o secretário da Administração, Pedro Lopes.

Postado em 12 de junho de 2024

Seleção brasileira treina em Orlando, onde enfrenta os EUA na quarta

Após vencer o México por 3 a 2 no Texas (Estados Unidos) no último sábado (8), a seleção do Brasil já está de volta à concentração em Orlando, na Flórida, onde disputará na quarta-feira (12) o último amistoso antes da Copa América, que começa em 10 dias.

O duelo será contra os anfitriões norte-americanos no estádio Camping Word. A estreia da seleção estreia na Copa América será em 24 de junho contra a Costa Rica, em partida pelo Grupo D, que tem ainda Colômbia e Paraguai.

O curitibano Bento, que teve oportunidade nos amistosos na Europa contra Inglaterra e Espanha, fala da disputa para ser o goleiro titular do time comandado pelo técnico Dorival Júnior. “Disputar posição com ele [Alisson Becker], que foi um cara que eu sempre admirei, é muito gratificante. Para mim é um ídolo no futebol. Cresci vendo ele jogar. Se tiver a oportunidade de jogar, espero poder ter o mesmo nível de partida que eu consegui apresentar nos dois últimos amistosos”, projeta o jogador, que completou 25 anos hoje.

Postado em 12 de junho de 2024

RN registra aumento de 28% no número de voos para junho

O principal aeroporto do Estado do Rio Grande do Norte, o Aeroporto Internacional de Natal – Governador Aluízio Alves, prepara-se para um mês de junho de 2024 movimentado, com o total de 1.540 voos planejados. Este volume representa crescimento de 28% em relação a junho de 2023 e de 26% comparado a junho de 2022, refletindo o crescente interesse na conectividade no aeroporto.

Com 18 ligações, incluindo duas internacionais, o aeroporto espera uma média de 25 chegadas diárias. A cidade do Recife, Pernambuco, continua sendo o destino com o maior número de voos previstos, tanto como origem quanto como destino, consolidando-se como um hub regional.

No setor de companhias aéreas, a Latam lidera com 41% dos assentos ofertados, seguida pela Azul com 26%. Em crescimento, a Latam destaca-se com 54% em comparação a 2023, enquanto a Azul registra um aumento de 45%.

Paralelamente, o aeroporto de Mossoró também apresenta um aumento significativo, com 8.684 assentos previstos e 126 voos programados para junho de 2024. As rotas de Mossoró incluem destinos como Recife com a Azul, além de Natal e Fortaleza com a VoePASS.

Postado em 12 de junho de 2024

1,9 mil municípios têm moradores em áreas com risco de catástrofes

No Brasil, mais de um terço dos municípios — 1.942 do total de 5.570  — possuem moradores em áreas de alta vulnerabilidade, onde a probabilidade de ocorrência de eventos geo-hidrológicos, como deslizamentos, enxurradas e inundações, é aumentada. As informações foram divulgadas pelo Senado Federal.

O Senado destaca que embora a Constituição Federal imponha à União, aos estados e aos municípios a obrigação de melhorar as condições habitacionais e de saneamento básico, esse direito não é cumprido, evidenciado pelo fato de que cerca de nove milhões de brasileiros ainda vivem em áreas de risco.

Marlon Bento, especialista em infraestrutura e diretor administrativo da Line Bank BR, aponta que o número de pessoas morando em situação de risco cresceu nos últimos anos, aumentando a possibilidade de que o Brasil registre, todos os anos, uma grande tragédia.

“Estudos climáticos demonstram tendência grande de chuvas, muitas enchentes e seca. Estes eventos naturais vão causar grandes desastres no Brasil, porque é um país com dimensões continentais, o que faz com que ele navegue em todos os ambientes, em todas as possibilidades de clima, então é importante ter cuidado”, aponta.

Um mapeamento realizado pela Casa Civil e pelo Ministério das Cidades atualizou os critérios e indicadores para identificar os municípios mais suscetíveis a desastres, com o objetivo de priorizar ações da União. O estudo revelou que o número de cidades com moradores em áreas de risco é 136% maior em comparação com o levantamento de 2012, quando 821 municípios constavam na lista dos mais vulneráveis.

Dados do Ministério do Desenvolvimento Social revelam que, entre 1991 e 2023, os desastres no Brasil resultaram em 5.142 mortes, 9,64 milhões de desalojados e desabrigados, 1,46 milhões de feridos e enfermos, e 232,6 milhões de pessoas afetadas.

Rio Grande do Sul

Os números de desastres no Brasil se agravam ainda mais com a tragédia climática no Rio Grande do Sul, que já afetou mais de 2,3 milhões de pessoas e resultou em pelo menos 172 mortos.

Marlon Bento também é morador do Rio Grande do Sul e destaca a tragédia que aconteceu no estado no começo de maio.

“Estamos vivendo e ainda vamos viver por um bom tempo. A gente tem um número enorme, só para ter ideia, hoje temos 461 municípios que foram afetados de alguma maneira e 78 mil pessoas em abrigos, é um número enorme”, destaca.

Cerca de 14,6 mil crianças e adolescentes, duas mil pessoas com deficiência e 7,2 mil idosos estavam em abrigos no estado gaúcho. As enchentes, como as que devastaram partes do estado, evidenciaram as dificuldades no resgate dessas populações. 

Fonte: Brasil 61

Postado em 12 de junho de 2024

EMENDA DO DEPUTADO UBALDO FERNANDES IRÁ GARANTIR ATRAÇÕES PARA A 28° FEIRINHA DE SANT’ANA

A Feirinha de Sant’Ana receberá o reforço financeiro para a realização de sua vigésima oitava edição em Currais Novos. O evento vem crescendo a cada ano é marcado pelo reencontro de famílias que se reúnem para rever familiares e amigos que vem de outras cidades. Este ano a Feirinha deverá ser grandiosa mais uma vez e, através de recursos através de Emenda (80 mil reais), do Deputado Estadual Ubaldo Fernandes, ela promete ter atrações que buscarão agradar todos os públicos, mantendo também a tradição de oferecer espaço aos artistas locais.

“Fico muito feliz em poder contribuir com essa grande tradição em Currais Novos, todos os anos estou presente na Feirinha e na Festa de Sant’Ana, que hoje é reconhecida como Patrimônio Imaterial e Cultural do Rio Grande do Norte, através de uma Lei de minha autoria. Esse recurso irá ajudar engrandecer essa festa que, além de manter viva a nossa religiosidade, também aquece muito a economia local.” Disse o Deputado Ubaldo Fernandes.

Na próxima terça-feira, dia 18, às 9h30, acontecerá o seu lançamento no auditório da CDL, onde serão apresentadas as atrações e iniciada as vendas dos espaços para estandes e tendas. A grade das atrações e a estrutura do evento também contarão com apoio do Governo do Estado, com o patrocínio de empresas privadas, através da Lei Câmara Cascudo, além da Fecomércio, CDL, SEBRAE, Vereador Daniel Bezerra e da Prefeitura de Currais Novos.

Postado em 11 de junho de 2024

Estudante de Currais Novos recebe medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática

Gabriel Henrique, aluno da Escola Municipal Professor Humberto Gama em Currais Novos, foi o destaque ao conquistar a medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). O jovem se destacou ao alcançar a 118ª posição nacional em seu nível, sendo o único representante do Rio Grande do Norte a receber essa honraria.

A premiação ocorreu no Rio de Janeiro, em uma cerimônia especial organizada pelo IMPA, onde 650 estudantes de todo o país foram agraciados com a medalha de ouro. O evento contou com a presença de importantes autoridades, como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ministros e governantes locais.

Além do feito na competição, a conquista proporcionou a Gabriel a sua primeira viagem de avião sem a companhia de familiares, acompanhado pelos coordenadores de Matemática do Estado e seu professor. O professor Carlos Eduardo ressaltou a importância do resultado de Gabriel, destacando o brilho da Rede Municipal de Educação de Currais Novos, e expressou sua alegria em acompanhar o aluno nessa jornada de sucesso.

A OBMEP, uma iniciativa do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), tem como objetivo estimular o estudo da Matemática, identificar talentos nessa área, promover a inclusão social, elevar a qualidade da educação básica e disponibilizar material didático de excelência para estudantes de todo o Brasil.

Texto: Carlos Eduardo Amâncio Costa

Postado em 11 de junho de 2024

Mais de 300 mil hidrômetros foram substituídos pela Caern em três anos

Nos últimos três anos, a Caern fez a substituição de mais de 300 mil hidrômetros em imóveis de todo o Estado. Esse número representa 36% do total desses aparelhos instalados onde a companhia atende com abastecimento de água. E mostra ainda a política de investimentos na constante renovação dos equipamentos do sistema.

Além da substituição, também foi ampliada a cobertura de micromedição com a instalação de hidrômetros onde não tinha. Em todo o Estado, foram mais de 50 mil aparelhos instalados em locais ainda sem medição. Com essas ações, a Caern garante distribuição igualitária de água e combate utilização de forma irregular.

Os hidrômetros utilizados pela Caern são aferidos e certificados, sendo um equipamento importante para a cobrança justa e para o uso mais racional, além de possibilidade de melhorias na distribuição de água.

A vida útil de um hidrômetro é de aproximadamente cinco anos. Depois disso, o equipamento não mede adequadamente, podendo essa vida útil ser reduzida caso o consumo mensal seja elevado. Sendo assim, a substituição de hidrômetros é uma ação de rotina da companhia.

2024

Nos cinco primeiros meses de 2024, a companhia substituiu mais de 72 mil hidrômetros e instalou 2,3 mil equipamentos em imóveis que ainda não tinham medição em 29 cidades.

Foram elas Assú, Baía Formosa, Lagoa Nova, Canguaretama, Cruzeta, Currais Novos, Macaíba, Mossoró, Montanhas, Natal, Paraná, Parnamirim, Pedro Velho, São Gonçalo do Amarante (parte atendida) e Santo Antônio. E ainda Alto do Rodrigues, Areia Branca, Afonso Bezerra, Carnaubais, Pendências, São Miguel, Nísia Floresta, Umarizal, São Paulo do Potengi, São Tomé, Taipu, João Câmara, São José de Mipibu e Vila Flor.

Natal, Mossoró e Parnamirim possuem trabalho permanente de instalação e substituição. As demais cidades atendidas pela Caern seguem cronograma de planejamento. Nesse mês de junho os serviços estão previstos para os municipios de João Câmara, Poço Branco, Assu, Areia Branca, Caicó, Parelhas, Cruzeta, São João do Sabugi, Santana do Seridó, São josé do Seridó, Mossoró e Martins.

CIDADES JÁ BENEFICIADAS

Em 2023 foram instalados e substituídos hidrômetros em Alto do Rodrigues, Apodi, Assú, Canguaretama, Caraúbas, Goianinha, João Câmara, Macaíba, Mossoró, Natal, Nova Cruz, Parnamirim, Pedro Velho, Pipa em Tibau do Sul, Santo Antônio, São Gonçalo do Amarante (parte atendida) e Tenente Ananias.

DÚVIDAS

Porque a Caern instala e substitui hidrômetros?
Os hidrômetros são equipamentos que medem a passagem de água para o imóvel. A medição é utilizada para a cobrança do uso da água.

Eu pago pelo serviço de substituição e instalação?
Se a iniciativa é da Caern, o usuário não paga pelo serviço. Entretanto, caso ocorram danos aos equipamentos, e se for provado o mau uso do mesmo, a responsabilidade pela reposição do equipamento é do titular da conta de água.

Porque eu tenho e meu vizinho não tem?
A Caern tem uma política de instalação e substituição de hidrômetro permanente. Ela é necessária para garantir a cobrança justa e diminuir o desperdício de água. Caso você saiba de alguém que não tem o equipamento no imóvel pode fazer denúncia anônima no canal de atendimento 115 ou na agência virtual da Caern que é o www.caern.com.br

Porque devo confiar na medição do hidrômetro?
Eles possuem selo de certificação pelo INMETRO e saem de fábrica com todas as especificações técnicas para operar de forma correta.

Que responsabilidade tenho com o hidrômetro?
O proprietário ou residente do imóvel tem a obrigação de zelar pelo hidrômetro e qualquer anormalidade deve ser comunicada imediatamente à Caern. Também é responsabilidade do cliente a caixa de proteção do hidrômetro.

Se o hidrômetro tiver danificado, como devo proceder?
Comunique imediatamente à Caern pelos canais virtuais ou nos escritórios presenciais. Os canais virtuais são o WhatsApp 9-81188400, o aplicativo Caern Mobile, o teleatendimento gratuito 115 e o www.caern.com.br.

Postado em 11 de junho de 2024

Utilidade pública


Informamos que nas sextas 21 e 28.06 a UNICAT não estará fazendo atendimento ao público , apenas trabalho interno de balanço dos medicamentos e estatísticas da demanda, para planejar os pedidos.

Grata,

Coordenação da UNICAT
Gerência da Central do Cidadão de Currais Novos

Postado em 11 de junho de 2024

Região Nordeste piora 0,69% no cenário de perdas de distribuição de água

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O Brasil ainda apresenta perdas significativas no processo de distribuição de água, principalmente ao se comparar as suas diversas macrorregiões. A constatação é do Instituto Trata Brasil que, em recente pesquisa, revela que o Nordeste foi a região que mais apresentou piora no último quinquênio de dados do SNIS, 2018–2022 – um aumento de 0,69%. 

A presidente executiva do Trata Brasil, Luana Pretto, acredita o Nordeste é uma das localidades que devem enfrentar os maiores desafios para reduzir seus índices de perdas. 

“São hoje 7.600 piscinas olímpicas de água tratada perdida diariamente, que poderia abastecer 54 milhões de brasileiros em um ano. A gente tem regiões onde essa perda é maior. O Nordeste, por exemplo, piorou o seu índice de perdas no último ano, foi de 46,1% para 46,6%”. Ela ainda continua:

“A gente precisa investir mais e priorizar este tema da redução de perdas de água, principalmente num cenário de mudanças climáticas, onde o regime de chuvas está cada vez mais alterado”, alerta.

Ao longo do período analisado, Luana Pretto observa que não houve nenhuma evolução considerável nos indicadores de perdas sob a perspectiva macrorregional. “Pelo contrário, a tendência é de estagnação, com poucas exceções”.

Na opinião da advogada e presidente da Comissão de Saneamento do Conselho Federal da OAB, Ariana Garcia, o país é diverso e não se deve tratar o saneamento da mesma forma, considerando suas dimensões e diferentes problemas em cada região.

“Às vezes, até dentro da mesma região, de estado para estado e dentro dos estados há diferenças, inclusive de municípios para municípios. Fazer um tratamento meio que uniforme sobre saneamento considerando tudo isso é impossível. Quem estiver defendendo as mesmas ações para tudo demonstra só desconhecer de saneamento”, analisa.

Perdas na distribuição de água no Brasil

Conforme o estudo do Trata Brasil, no país, ainda existem cerca de 32 milhões de pessoas que sofrem com a ausência de água tratada. A situação torna-se ainda mais preocupante quando analisado o elevado índice de perdas na distribuição, em que 37,78% da água é perdida antes de chegar às residências brasileiras. Se comparado com os países desenvolvidos, o Brasil apresenta um cenário de perdas de água tratada desfavorável, ocupando a 78ª posição em uma lista com 139 nações analisadas.

O estudo aponta que o volume total de água não faturada em 2022 (cerca de 7,0 bilhões de m³) equivale a quase 7.636 piscinas olímpicas de água tratada desperdiçadas diariamente ou mais de sete vezes (7,1) o volume do Sistema Cantareira – o maior conjunto de reservatórios do estado de São Paulo.

De acordo com o levantamento, nessa perspectiva, a Região Nordeste, além do pior índice no cenário de perdas na distribuição de água, também está entre as que possuem os piores indicadores de atendimento de água, de coleta e de tratamento de esgotos. 

Fonte: Brasil 61

Postado em 11 de junho de 2024

Adolescente infrator é alvo de mandado de busca e apreensão em Currais Novos

Foto: Reprodução

Policiais civis da 92ª Delegacia de Polícia de Currais Novos (92ª DP) deram cumprimento, nesta segunda-feira (10), a um mandado de busca de adolescente infrator, expedido pela 1ª Vara da Comarca de Currais Novos.

De acordo com as investigações que já foram concluídas, o adolescente apreendido, de 14 anos, na companhia de outro adolescente (não identificado), munidos de facões, teriam praticado ato infracional análogo a roubo a um estabelecimento comercial no município de Currais Novos, ocasião em que subtraíram certa quantia em dinheiro, além de danificar o monitor de computador, fato ocorrido no dia 16/02/2024.

Postado em 11 de junho de 2024

Brasil fecha Pan-Americano de Ginástica Rítmica com 12 medalhas

A seleção brasileira teve um final de semana de grandes resultados no Campeonato Pan-Americano de Ginástica Rítmica disputado na Cidade da Guatemala (Guatemala) com a conquista de 12 medalhas (cinco ouros, cinco pratas e dois bronzes).

No primeiro dia de competições, no sábado (8), Bárbara Domingos levou a melhor sobre a norte-americana Rin Keys para conquistar a medalha de ouro no individual geral. A curitibana teve a companhia no pódio da catarinense Maria Eduarda Alexandre, que ficou com o bronze. Ainda no primeiro dia de competições, o Brasil garantiu a prata no conjunto geral, com o total de 65.950 pontos e superando o México (67.150) e a Colômbia (51.050).

O domingo (9) também foi repleto de conquistas, começando com três dobradinhas – no arco (ouro de Babi Domingos e prata de Geovanna Santos), na maça (prata de Babi e bronze de Maria Eduarda) e na fita (ouro de Maria Eduarda e prata de Babi Domingos) – e terminando com um ouro de Maria Eduarda na bola.

Já na disputa de conjuntos o Brasil ficou com o ouro na série de cinco arcos com o quinteto composto por Sofia Madeira, Nicole Pircio, Deborah Medrado, Duda Arakaki e Victória Borges, enquanto na série mista a equipe brasileira garantiu uma prata.

Postado em 11 de junho de 2024

Comissão aprova criação da loteria Mulher da Sorte, para apoiar mulheres em situação de violência

Foto: Reprodução

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou proposta que prevê a criação, pelo governo federal, da loteria Mulher da Sorte. O objetivo é destinar parte da arrecadação obtida a ações e programas voltados a mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

Segundo o texto, a loteria poderá ser criada em meio físico ou virtual no modelo de prognóstico numérico, que é aquele em que o apostador tenta adivinhar os números sorteados no concurso.

A proposta aprovada recebeu uma emenda da relatora, deputada Laura Carneiro (PSD-RJ), com o objetivo de assegurar a adequação orçamentária e financeira do Projeto de Lei 4462/21, de autoria da ex-deputada Rejane Dias. O texto original também previa a criação de um benefício, no valor um salário mínimo mensal, a ser pago a mulheres e custeado com parte da arrecadação da loteria.

A relatora, no entanto, argumentou que a criação do benefício sem a devida estimativa de impacto financeiro e orçamentário torna a proposta incompatível com a Constituição Federal e com a Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Para sanar a incompatibilidade com a legislação orçamentária e financeira, apresento subemenda substitutiva excluindo a criação do benefício e destinando o respectivo percentual da arrecadação com a loteria Mulher da Sorte para o Ministério das Mulheres, apoiando a assistência à mulher em situação de violência doméstica e familiar”, argumentou a relatora.

Laura Carneiro também incluiu a previsão de que parte da arrecadação com a loteria seja destinada ao financiamento da Seguridade Social, como prevê a Constituição Federal.

Segundo o novo texto, o montante arrecadado com a loteria será dividido da seguinte maneira:

  • 0,5% para a Seguridade Social;
  • 25,5% para o Ministério das Mulheres;
  • 10% para financiar habitações a mulheres vítimas de violência doméstica;
  • 19,13% para a cobertura de despesas de custeio e manutenção do agente operador da loteria; e
  • 44,87% para o pagamento de prêmios e impostos incidente sobre a premiação.

Por fim, a relatora deixou claro que os valores dos prêmios não retirados pelos apostadores sorteados dentro do prazo serão também revertidos ao Ministério das Mulheres.

Postado em 11 de junho de 2024

GOVERNO INICIA SERVIÇO DE RESTAURAÇÃO DE RODOVIAS ESTADUAIS NO AGRESTE

O Lote 3 do programa de recuperação de estradas do governo do Estado inclui quatro trechos interligados das microrregiões Agreste, Borborema e Potengi. A governadora Fátima Bezerra fez uma visita aos canteiros de obras.

O investimento é de R$ 38,7 milhões, recursos do empréstimo feito pelo Governo do Estado no âmbito do Plano de Equilíbrio Fiscal. Os trechos são os das RNs  093 (Passa e Fica/Santo Antônio) e 269 (Passa e Fica/Serra de São Bento); e os das RNs 120 (São Paulo do Potengi ao entroncamento da BR-304) e 203 (São Paulo do Potengi a São Tomé).

O trecho da RN-093 tem 10 quilômetros. Passa pela Pedra da Boca, santuário do ecoturismo potiguar, e vai até a divisa com a Paraíba, onde se conecta com a PB-073.

A outra agenda da governadora foi no canteiro da RN-120, estrada de acesso ao município de São Paulo do Potengi pela BR-304, já em obras. “As estradas são um vetor fundamental e imprescindível para o desenvolvimento regional, aliado ao papel que elas têm, de garantir a segurança e o bem-estar de quem por elas andam. Estamos executando um programa de recuperação de estradas robusto, ousado e trabalhando para deixar as rodovias em condições seguras de trafegabilidade”, reforçou Fátima Bezerra.

NÚMEROS DO LOTE 3

14 trechos rodoviários;

242,9 quilômetros de extensão;

Investimento: R$ 128,7 milhões.

Postado em 11 de junho de 2024

Índice de governabilidade de Lula atinge pior patamar e é afetado por crise com Congresso

A série de crises do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o Congresso tiveram impacto no índice de governabilidade (I-Gov) do petista e colocam sua gestão em situação “de risco”. A conclusão está expressa em estudo elaborado pela empresa de inteligência de dados 4Intelligence com exclusividade para o Estadão/Broadcast. Segundo levantamento da empresa, o I-Gov de Lula registrou a taxa mais baixa em maio, atingindo 40,4%. É o pior patamar no terceiro mandato do presidente.

O índice de governabilidade é resultado de levantamento para medir as condições do governo de por em prática suas prioridades e emplacar sua agenda em relação aos demais Poderes e ainda sua repercussão na opinião pública. Segundo o estudo, a queda está “fortemente impactada pela relação com o Poder Legislativo”. A empresa de inteligência analisa três fatores para montar o índice: se o governo consegue aprovar MPs no Congresso; se sofre derrotas em julgamentos no Supremo Tribunal Federal; e como está seu índice de aprovação nas pesquisas de opinião.

O levantamento da empresa de inteligência de dados aponta ainda que “é abaixo dos 40% que a situação se torna insustentável e de onde um presidente teria que sair rapidamente”. Em abril, o I-Gov foi de 43%. Segundo o levantamento, o índice de maio põe Lula em “zona de risco”.

“Tal citação está associada aos cinco meses em que Dilma ficou abaixo dos 40 pontos entre abril e agosto de 2015. Depois disso, o pedido de impeachment foi aceito pela Câmara em dezembro. A presidente seria afastada menos de um ano depois, em maio de 2016, para se defender. Bolsonaro passou um mês abaixo dos quarenta pontos, no final de 2021, depois do fatídico evento de 07 de setembro daquele ano, em que atacou o STF e pediu a ajuda de Michel Temer para se livrar de problemas mais agudos. A partir de então, se apegou ao Progressistas, ao orçamento secreto e à necessidade de reeleição, escapando da zona aguda de desconforto. A pergunta, assim, é: o que fará Lula para se distanciar desse perigoso resultado?”, diz o relatório da pesquisa. O documento indica, no entanto, que o cenário não significa que há risco de queda de Lula, mas sim de um “maior imobilismo” no momento.

Em relação ao Legislativo, o governo teve nova queda em maio, com o I-Gov atingindo 14%, ante 18% do levantamento anterior. O estudo atribui o desempenho à “perda de 11 medidas provisórias (MPs) e com o saldo de zero” na aprovação desse tipo. De acordo com a 4Intelligence, o resultado deixa o governo com a pior marca na “dimensão do Legislativo”. “Episódios recentes, envolvendo a negociação de outras pautas, voltam a reforçar a fragilidade do Executivo em construir a articulação política junto ao Legislativo”, afirma o levantamento.

Já no Judiciário, houve uma queda de 5 pontos porcentuais, chegando a 60%. O estudo conclui que os desafios permanecem ligados às dificuldades de uma “pauta interrompida e de ações associadas a governos anteriores”, apesar da vitória relativa à reoneração da folha de pagamento.

Já em relação à opinião pública, o índice chegou a 47,1%, o terceiro mês consecutivo no patamar de 47% e o quarto abaixo de 50%, o que não acontecia com Lula desde o início deste mandato. Segundo a pesquisa, “o resultado incomoda o Planalto, que busca reorganizar o trabalho de comunicação oficial em torno do desafio de aprimorar sua imagem junto a uma sociedade cindida politicamente”.

Estadão Conteúdo

Postado em 11 de junho de 2024

Servidores da Justiça farão manifestação nesta quarta, em frente ao TJRN

Por unanimidade, em assembleia realizada no sábado (8) pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Poder Judiciário do Estado do RN (SindJustiçaRN), os trabalhadores do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte decidiram pela realização de uma manifestação na próxima quarta-feira (12), em frente ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte (TJRN). A categoria pleiteia a reabertura das negociações com o tribunal e a melhoria das propostas encaminhadas.

A diretoria do SindJustiçaRN destacou que a forma como TJRN se portou durante o processo de negociação das reivindicações de 2024, como também os pontos apresentados para o não atendimento das pautas da categoria, são questionáveis. Além disso, o sindicato aponte que permanece a cobrança por produtividade, muitas vezes inalcançável e que resulta no adoecimento da categoria.

Ainda na assembleia, foi relatado o histórico de luta, todas as mobilizações e a importância dos trabalhadores e trabalhadoras do Judiciário para a sociedade e para o fortalecimento da Justiça. O reconhecimento do serviço prestado por essas mulheres e homens é algo inegociável.

Em nota divulgada nesta segunda-feira anunciando a manifestação, o SindJustiça RN diz que “as trabalhadoras e trabalhadores da Justiça Potiguar, ativos e aposentados, reivindicam, acima de tudo, respeito, dignidade, valorização e reconhecimento”.

BLOG JAIR SAMPAIO

Postado em 11 de junho de 2024