Posse de Lula terá “linha de revista” e estimativa de público maior do que a de Bolsonaro

Organizadores da cerimônia de posse de Lula (PT) na Presidência da República estimam que entre 100 mil e 150 mil pessoas devem ir a Brasília para o evento. O público pode ser maior do que o da posse de Jair Bolsonaro (PL), em 2019, que contou com 115 mil espectadores.

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar) prevê ocupação entre 90% e 95% já em dezembro. Alguns hotéis da capital federal estão sem vagas para o dia 1º de janeiro.

O esquema de segurança da posse é preparado pela Polícia Federal em conjunto com GSI, Congresso, Supremo Tribunal Federal (STF), Itamaraty e Comando Militar do Planalto (CMP). A Secretaria de Segurança Pública do DF participa da coordenação da cerimônia de posse com os órgãos federais.

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Júlio Danilo, informou que será empregado o protocolo anteriormente usado em eventos desse porte: “Inclusive, há previsão de linha de revista, que tem como objetivo a proteção e segurança de todos os participantes”.

Metrópoles

Postado em 3 de dezembro de 2022