MPE recomenda desaprovação das contas de Zema

O Ministério Público Eleitoral recomendou a desaprovação das contas da campanha à reeleição do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (foto). Em parecer enviado ao TRE-MG, o procurador Eduardo Morato Fonseca afirmou haver “graves inconsistências e irregularidades” nos dados apresentados pela chapa do Novo.

Os valores questionados pelo MPE somam mais de R$ 2,8 milhões.

No texto, o procurador cobra a apresentação de duas notas fiscais referentes a serviços prestados pela Palhares Assessoria e Marketing Político. Os extratos correspondem a cerca de R$ 11,4 mil.

Ainda segundo Morato Fonseca, há falhas que comprometem a “transparência e a lisura” das informações.

o antagonista

Postado em 13 de novembro de 2022