Lula já passou 20 dias fora do Brasil e é o presidente que mais viajou ao exterior desde a redemocratização

As recentes viagens internacionais do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não passam despercebidas pelos internautas e oposição. De fato, desde o início do governo, o presidente já deu quase duas voltas ao mundo. A soma é de mais de 80 mil quilômetros em viagens internacionais. Dados de um levantamento feito pelo site da Jovem Pan mostram que o número de compromissos internacionais do petista, nos primeiros cinco meses de governo, já representa um recorde entre os governos anteriores, incluindo o próprio Lula, se comparadas as gestões iniciadas em 2003 e 2010. Neste ano, Lula já visitou oito países, sendo eles: Argentina, Uruguai, Estados Unidos, China, Emirados Árabes Unidos, Portugal, Espanha e Reino Unido. Somadas, as viagens representam 20 dias fora do território brasileiro.

E o número pode ser ainda maior, já que Lula viaja para o Japão ainda neste mês, entre os dias 19 e 21 de maio. Nos governos anteriores, durante os primeiros 150 dias de gestão, Jair Bolsonaro (PL) se ausentou por 17 dias; Michel Temer (MDB), por 15 dias; e Dilma Rousseff (PT), por 12 dias no primeiro mandato e 8 dias no segundo.

Desde a redemocratização do Brasil, essa é a primeira vez que um chefe do Executivo Federal pode passar mais de 20 dias fora do país antes de chegar aos primeiros 150 dias de gestão (veja relação abaixo). Considerando os governos anteriores, o ex-presidente José Sarney, empossado em 15 de março de 1985, viajou por três dias. Fernando Collor esteve fora do país por nove dias, enquanto seu sucessor, Itamar Franco, viajou por sete dias. Já Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 1995, viajou por 12 dias em cinco meses, e em 1999, início de seu segundo mandato, ficou fora do país em seis dias. Esse número de viagens começa a aumentar a partir de 2003, justamente quando inicia o governo Lula 1.

Nos primeiros cinco meses daquele ano, o petista visitou sete países e ficou 13 dias fora. Em 2010, logo no início de seu segundo mandato, ele viajou para nove países e ficou 15 dias fora. No total, durante os oito anos em que esteve à frente da Presidência da República, Lula fez 243 viagens, totalizando 80 países. Isso mostra que, de fato, antes mesmo de iniciar o terceiro mandato, Luiz Inácio já era o presidente que mais viajou na história recente da política brasileira. A nível de comparação, a agenda diplomática de Dilma Rousseff (PT) abrangeu, ao todo, 83 viagens, enquanto a de Michel Temer (MDB), 26, e Jair Bolsonaro, 33.

Jovem Pan

Postado em 15 de maio de 2023