Concurso Correios: empresa reforça previsão de edital em setembro

Embora o processo de escolha da banca ainda não tenha sido concluído, o edital do novo concurso Correios segue previsto para ser publicado em setembro.

A informação foi passada pela própria empresa à reportagem do Qconcursos Folha Dirigida.

Na última semana, os Correios anunciaram o Programa de Desligamento Voluntário (PDV). Inclusive, muitos veículos compartilharam a informação de que o edital poderia sair em agosto.

Os Correios, no entanto, confirmaram ao Qconcursos Folha Dirigida que segue mantidas as previsões divulgadas no cronograma inicial:

  • março a julhoplanejamento do concurso e processo licitatório para a contratação da banca;
  • agostocontratação da banca;
  • setembroedital do concurso Correios; e
  • dezembro: início das contratações.

Para que os prazos acimam possam ser cumpridos, agora os Correios precisam retomar o processo de escolha da banca organizadora, que deve ser reiniciado.

A empresa divulgou um comunicado às instituições interessadas e informou que um novo projeto básico será elaborado, com mais informações. No entanto, os Correios ainda não estipularam um prazo para findar todo este processo.

Qconcursos Folha Dirigida apurou que, pelo menos, três instituições enviaram suas propostas e estariam na disputa pelo concurso. Com exclusividade, as empresas confirmadas pela reportagem foram: Cebraspe, Cesgranrio e Idecan.

As propostas chegaram a ser abertas pelo setor de Licitação dos Correios.

Comece sua preparação para o concurso Correios. Tenha acesso a videoaulas, PDFs, questões e muito mais. Clique aqui e confira!

Concurso Correios terá 3,2 mil vagas, diz presidente

Uma informação importante que também já foi confirmada é a oferta de vagas do novo concurso Correios. A seleção deve trazer 3,2 mil vagas e o cargo de carteiro será o principal destaque.

De acordo com o presidente dos Correios, Fabiano Silva, a próxima seleção terá como foco a área Operacional.

“Esse concurso será para o nível Operacional, o carteiro tradicional, pois precisamos fortalecer os nossos pontos de entrega. Esse primeiro concurso, a gente tem o foco operacional, mas também haverá cargos de nível superior, como o advogado, arquiteto e engenheiro. Também temos previsão de algumas vagas que serão destinadas a essas profissões”, contou.

Para Fabiano, a carência atual gira em torno de 4 a 5 mil pessoas, que precisam ser contratadas.

Além disso, a empresa já confirmou que as contratações serão feitas ainda este ano.

Postado em 10 de julho de 2024